img { max-width: 100%; height: auto; width: auto\9; /* ie8 */ }

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Caminhando e Acampando em São Thomé das Letras

Depois de Carrancas partimos bem cedinho para São Thomé das Letras.

Mais um dia bonito de sol e calor. 

Dessa vez pegamos a BR-265 e percorremos aproximadamente 44 km.


Caminhando e seguindo a canção com Skank.


Depois de quase 3 horas de viagem, no início da tarde chegamos no Camping do Noel. Quando ainda estávamos em Carrancas, pegamos sinal de wi-fi em um restaurante no centro da cidade e pesquisamos os melhores campings de São Thomé. Assim, telefonamos para o Camping do Noel, já que tínhamos boas referências através de comentários de outros campistas.

Na cidade ficamos sabemos que, justamente naquele final de semana, haveria a Festa da Colheita, maior festa anual de São Thomé, e que era esperada uma quantidade muito grande de pessoas.

Afffff....logo a gente que gosta de sossego iria enfrentar uma multidão... ninguém merece!!!!

Mas, vamos lá...

O Camping do Noel fica mais ou menos há uns 3 km do centro de São Thomé em estrada de chão. Nesse dia a prefeitura estava dando um jeito na estrada por causa da festa. E tome poeira!


Fomos recepcionados com muita atenção pela Rosângela e sua família. Como ainda era quinta-feira, o camping não estava lotado e conseguimos montar a "Lindona" num lugar com uma vista incrível.





O Camping do Noel é muito espaçoso e o carro pode ficar junto à barraca. Não existe delimitação em lotes, e em grande parte é gramado. 



O camping conta com bicas de água mineral e churrasqueiras (instalamos a barraca ao lado). Também existem pontos de luz espalhados pelo camping (110 V).



Sempre acompanhados dos animais

Há duas baterias de banheiros femininos e masculinos (uma na parte alta e outro na parte baixa do camping). Consideramos insuficiente se tiver muito movimento. Cada vez mais temos que considerar que o nosso Ecocamp (banheiro portátil) é extremamente importante pra vida no campo.




Há também cozinha comunitária que fica ao lado do restaurante. Vale ressaltar que o restaurante oferece refeição típica mineira, facilitando a vida de quem não quer cozinhar. 



Algumas áreas são bem sombreadas 

Campo de futebol bem grande

Tivemos a companhia dos vizinhos de barraca: Juliana e Jarbas. Casal de São José dos Campos super do bem. Muitos papos, passeios, jogo de cartas e refeições juntos.



No dia seguinte da nossa chegada a São Thomé fomos conhecer a cidade na parte da manhã.


O mapa da região central de São Tomé

A arquitetura:








A pirâmide:



Os totens:




O nosso

A vista:

Da cidade, a partir do morro do Cruzeiro



Da serra


As cachoeiras:


 Cachoeira das Borboletas



Cachoeira Antares

Lotada assim não rola!

Cachoeira Véu de Noiva




Curiosidades:

Ladeira do Amendoim: O carro sobe sozinho quando deveria descer... muito engraçado!



 e também...

a fachada mostra a "onda" de São Tomé das Letras





 e o artesanato local

Como tudo que é bom dura pouco... hora de voltar pra casa. 
Férias acabando...

E, retornando para o Rio, ainda num último suspiro de curiosidade por conhecer novos lugares, passamos por: 

Cambuquira:


E o Parque das Águas de Caxambu:



E trouxemos pra casa a saudade dessas terras mineiras que tanto gostamos, engarrafada, pra matar a saudade...

3 comentários:

  1. Adoramos o post e sem falar nas lindas fotos!!!
    Se tudo der certo estaremos em breve em São tomé das Letras

    Valeu, Voadores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai dar certo sim e quando estiverem por lá aproveitem muito a natureza e a cidade.
      abraços fraternos

      Excluir
  2. Muito acolhedor o ambiente em São Tomé das Letras. Esse destino vai entrar na minha lista dos locais que quero conhecer.

    ResponderExcluir